Cassação de comunistas em 1947 revela paralelos com crise política atual

Por Cézar Xavier – Fundação Maurício Grabois

Lançamento de livro sobre o passado comunista em Santo André vira debate sobre a conjuntura da Operação Lava-Jato, da Polícia Federal, no Centro de Estudos Barão de Itararé, em São Paulo. Autor fez paralelos entre a campanha anticomunista da década de 1940 e o antipetismo em voga.

Foto Cezar Xavier

Foto Cezar Xavier

O lançamento, em São Paulo, do livro “A viagem interrompida, a aventura comunista na Santo André da década de 1940”, de Eduardo Luiz Correia, revela os paralelos do modus operandi da direita brasileira no combate a atuação de representantes dos trabalhadores no governo. O prefeito comunista eleito em Santo André, no Grande ABC paulista, Armando Mazzo, teve sua posse cassada, assim como os vereadores, num consórcio entre mídia e judiciário, assim como se tenta golpear o atual governo eleito para a Presidência da República. A apresentação do livro com a presença do autor foi nesta segunda-feira, 28 de março, no Centro de Estudos de Mídia Alternativa Barão de Itararé, no centro de São Paulo, com o apoio da Fundação Maurício Grabois.

O relato minucioso da campanha contra os candidatos eleitos em todo o Brasil pelo Partido Comunista, em 1947, mostra que ela teve particular impacto no ABC paulista, onde o operariado já revelava a força que mais tarde vai tornar Luiz Inácio Lula da Silva, uma liderança sindical dos anos 1980. “O que o livro pontua e que dá pra fazer o paralelo com a situação atual é a mídia e a justiça agindo em conjunto, como representação de classe, se articulando para tirar indesejáveis no poder”, ressalta Correia.

O Partido Comunista era uma força política significativa, por isso foram necessárias manobras, que Correia considera “chicanas” para impedir a posse dos eleitos. “Como hoje, qualquer movimento de resistência era perdido no judiciário. Depois que o Partido foi obrigado a ir para a ilegalidade,  os que foram para outros partidos tiveram a candidatura impedida por novas manobras jurídicas”, lembra o pesquisador.

Como atualmente, a mídia tinha muita força, por meio dos jornais e rádios, mas dispunham de um contraponto, que, segundo o autor, não é possível observar hoje. Havia uma mídia operária e partidária muito forte que neutralizava parte do discurso anticomunista da direita. “Também havia uma articulação da sociedade organizada, e, mesmo assim, fizeram o que fizeram”.

Seu livro tem o mérito de situar o contexto de Santo André na geopolítica internacional da época. Ele lembra que, após a 2a. Guerra Mundial, com a União Soviética cumprindo um papel definidor na derrota alemã, e exercendo influência ideológica enorme sobre o ocidente, surge a Doutrina Truman para sufocar a esquerda na América Latina. Ele relata os casos de perseguição a funcionários públicos comunistas. “Eram forças antagônicas se unindo em bloco contra o inimigo comum. Hoje, eu avalio que o cerco é ainda mais perverso, pois se manobra pela prisão de todos que, de alguma maneira, se envolveram com o PT, como empresários e aliados”, afirma Correia.

No entanto, outro diferencial importante de distinguir é que a guerra fria com a União Soviética tornava o inimigo visível, enquanto o discurso anticomunista da atualidade soa artificial e delirante. “Aqui, só temos um ideal, que nem podemos expressar sem sofrer ataques irracionais”.

Correia considera que as redes sociais podem cumprir um papel diferenciado na crise atual, assim como a imprensa operária dos anos 1940. “O que me preocupa é que a população vendo tudo isso, – o prefeito foi eleito, não tomou posse -, e parece que, no dia seguinte, tudo voltou ao normal”, diz ele, lamentando a apatia da sociedade civil organizada à época. Mas ele, se questiona se não seria otimismo demais olhar para a multidão de centenas de milhares na Avenida Paulista, em plena sexta-feira, reagindo ao golpismo, “sem qualquer convocação patriótica da mídia”. “Não sei se a população vai assistir bovinamente isso que estão tentando fazer”, indagou.

Émerson Cachorrão destaca trabalhos e decisões coletivas como caminho para uma política melhor

Secretaria de Comunicação: Cachorrão como foi sua aproximação e filiação ao PCdoB em 2011 e como foi disputar as eleições de 2012 pela primeira vez? 

Émerson Cachorrão: Meu projeto é fruto de vários coletivos: minha comunidade Vila Guiomar; os Gaviões da Fiel Torcida, em especial a subsede do ABC, da qual sou liderança; comunidade Tamarutaca; e amigos de diversas regiões de Santo André.

 Quando surgiu a ideia de representarmos um projeto político em Santo André, nosso coletivo fez uma intensa avaliação. Não eramos filiados a nenhum partido. A única certeza que tínhamos era a de que nosso projeto tinha compromisso com as classes menos favorecidas, com os trabalhadores, e que não reproduziríamos as práticas viciosas que o sistema oferece. Assim, avaliamos os partidos de esquerda e conjuminamos uma série de questões para adentrarmos ao PCdoB. As lutas e processo histórico ao encontro dos valores aprendidos e praticados. 

A partir da primeira experiência – disputa de 2012 – posso afirmar que foi satisfatório e prazeroso. Satisfatório dialogar e ouvir o povo. Nosso projeto era novo para nós, para o partido, para os aliados, e acreditamos que, inicialmente, muitos suspeitaram e julgaram que estávamos nos aventurando. Mas muitos também, sem compromisso algum, estenderam o braço e o apoio pessoal. Ganhamos experiência e muitos amigos, além de novos espaços de atuação. 

Cachorrão tem atuação destacada em Santo André

Cachorrão tem atuação destacada em Santo André

Secom:  O resultado eleitoral das eleições de 2012, quando foi o segundo mais votado do PCdoB supriu as suas expectativas e de seu grupo político?

 Cachorrão: Na verdade, nossa avaliação era que teríamos mais votos. Mas, pela primeira experiência, pelo curto espaço de tempo e por ser uma campanha sem recursos, foi um resultado muito bom. Conquistamos novos companheiros, novos espaço e nossa avaliação foi muito positiva.

Cachorrão em campanha para Vereador pelo PCdoB em 2011

Cachorrão em campanha para Vereador pelo PCdoB em 2012

 Secom: Falando um pouco das suas atividades em outros coletivos, por exemplo na Gaviões da Fiel Sub-sede ABC onde ocupa a Presidência quais foram as conquistas destes últimos períodos e quais as metas para o próximo período?

 Cachorrão: A presidência dos Gaviões do ABC é apenas uma representação burocrática devido à exigência para mantermos o Bloco Carnavalesco de nossa subsede. Um projeto cultural que assumimos e que passou a fazer para do calendário carnavalesco da cidade. Porém, é importante destacar que na subsede tudo é resolvido no coletivo. 

Além de ser uma honra representar nosso povo em alguns projetos, é gratificante poder constatar que, mesmo sem ter sido eleito na última eleição, tivemos importantes conquistas, como a área social e cultural do terreno da subsede do ABC, que estará à disposição dos associados e de toda comunidade.

Com muito empenho do coletivo da subsede, já estamos em funcionamento e oferendo diversos projetos sociais a toda comunidade. Há três meses, por exemplo, acontece o projeto de capoeira no local. Em breve, queremos inaugurar a sala de leitura, exposições culturais, escolinha de futebol, escolinha de bateria, encontros culturais, oficina de skate, espaço de jogos etc.

Campanha do agasalho foi uma das ações realizadas pela Gaviões da Fiel Sub- Sede ABC

Campanha do agasalho foi uma das ações realizadas pela Gaviões da Fiel Sub- Sede ABC

 Secom: E sabemos também que você como morador do conjunto IAPEI na Vila Guiomar tem uma atuação bastante destaca nas atividades da comunidade, neste ano quais as expectativas e quais as atividades que vão ser realizadas?

A vontade de fazer algo melhor pela comunidade é o que alimenta minha corrida em todos esses projetos. 

Na Vila Guiomar, já temos uma mobilização coletiva há muitos anos. A cada atividade conquistamos mais espaço e mais confiança de todos. Temos muitos eventos anuais que contamos com o empenho e participação de muitos da comunidade e é justamente por isso que dá certo. Neste ano, como tem se tornado tradicional, realizaremos: festa junina; festa das crianças; manutenção da quadra de basquete; atividades culturais e musicais; festival de futebol, entre outros. São eventos anuais que mobilizam e confraternizam toda a comunidade. Estamos debatendo também a possibilidade de implementar os projetos de forma permanente em nossa comunidade nos espaços físicos que já temos disponibilizados.

Festa Junina é uma das atividades realizadas anualmente na Vila Guiomar

Festa Junina é uma das atividades realizadas anualmente na Vila Guiomar

 Secom: Neste ano temos novas eleições municipais e você é um dos pré-candidatos do PCdoB novamente com boas perspectivas de ampliar o seu resultado eleitoral, como você vê esse cenário que se aproxima e quais as suas expectativas?

 Cachorrão: Mesmo encerradas as eleições, não deixei de dar continuidade aos projetos e continuei meu compromisso de lutar pelo bem de nossa população. Minha rede de apoio cresceu bastante. Nosso projeto ganhou mais credibilidade e quem achou que era aventura hoje se solidariza.

Nossa expectativa é antecipar a organização de nossa campanha. Já estamos debatendo muitas coisas. Acreditamos que dessa vez isso pode fazer a diferença.

Secom: Deixe uma mensagem a militância e aos amigos do PCdoB este ano de 2016 que será decisivo para a política Andreense.

 Cachorrão: Primeiramente que todos tenham a convicção de que nosso projeto tem base sólida e compromisso com os setores menos favorecidos. Não venho para fazer promessas como é costume no processo eleitoral. Venho afirmar que nosso projeto será sério e faremos nosso mandato como instrumento de nossas comunidades. Não estamos nesse processo para fazer carreira ou adentrar em práticas imorais. Meu projeto é coletivo, formado por amigos que considero meus irmãos, minha família. Juntos iremos fazer com que nosso projeto seja um mandato profundamente compromissado com as comunidades de Santo André.

Sessão Solene pelos 94 anos do PCdoB em Santo André é marcado pela luta contra o golpe

Como não poderia ser diferente neste momento de grave crise política no Brasil a sessão solene pelos 94 anos do Partido Comunista do Brasil em Santo André se transformou de uma simples comemoração festiva num grande ato político em defesa da democracia brasileira e contra o golpe em curso no país contra a Presidenta Dilma, legitimamente eleita pelo povo brasileiro.

Câmara dos Vereadores de Santo André ficou lotada para sessão solene do PCdoB

Câmara dos Vereadores de Santo André ficou lotada para sessão solene do PCdoB

A sessão solene apresentada pela Vereadora do PT de Santo André Bete Siraque também contou com a presença do Presidente municipal do Partido dos Trabalhadores de Santo André e Deputado Estadual Luiz Turco, do membro da direção estadual do PCdoB Vânius de Oliveira, do ex-Deputado Federal Vanderlei Siraque, do Presidente Municipal do Partido da República Claudinei Beltrami, além de diversas lideranças de movimentos sociais, sindicatos, clubes de futebol e escolas de samba da Cidade.

Bete Siraque, vereadora pelo PT, Tiago Nogueira, secretario de cultura representando o Prefeito Carlos Grana (PT) e Luiz Turco (PT).

Bete Siraque, vereadora pelo PT, Tiago Nogueira, secretario de cultura representando o Prefeito Carlos Grana (PT) e Luiz Turco (PT).

Em sua fala a Vereadora Bete Siraque (PT) destacou com bastante entusiamo a participação da juventude nas fileiras do PCdoB, que apesar de ser o partido mais antigo do Brasil é com certeza o partido que mais atrai e que mais forma politicamente a juventude brasileira.

O Presidente do PCdoB de Santo André Aldo Meira Santos visivelmente emocionado com a atividade utilizou seu tempo para destacar a luta e a história dos comunistas pela democracia e na luta contra os regimes militares, fez questão de destacar os comunistas e militantes que tombaram na luta, principalmente na guerrilha do Araguaia para que pudêssemos estar hoje realizando essa atividade, e que com certeza neste momento de afunilamento da luta política e do golpe em curso contra todas as nossas conquistas temos que estar na linha de frente da defesa de tudo que já foi conquistado.

Presidente do PCdoB Aldo Meira fez uso da palavra bastante emocionado.

Presidente do PCdoB Aldo Meira fez uso da palavra bastante emocionado.

Ao fim de todo o ato político a bateria da escola de samba Tradição de Ouro do ABC, entidade campeã do Carnaval de Santo André 2016 fez uma belíssima apresentação empolgando a todos os presentes, realmente digna de ser a melhor escola de samba da Cidade de Santo André na atualidade.

Escola de Samba Tradição de Ouro fechou em grande estilo sessão solene pelos 94 anos do PCdoB

Escola de Samba Tradição de Ouro fechou em grande estilo sessão solene pelos 94 anos do PCdoB

Pesquisa da TV+ mostra pleito em Santo André polarizado entre Grana e Aidan

pesquisa

Ao contrário do que muitos apostavam, a disputa será entre o atual prefeito Carlos Grana e o ex-prefeito Aidan Ravin. Um pleito polarizado sem o suposto componente “novo” que seria Paulinho Serra, que aparece com pouco mais de 2% das intenções de voto. Sem chance de sequer ir para o segundo turno.

Isso mostra, primeiro, que boa parte da população reconhece os avanços da cidade nos últimos três anos e confia na continuidade do projeto do atual prefeito Carlos Grana. Depois que Paulinho Serra não encontrou eco na sociedade. Sua movimentação política dos últimos meses surtiu pouco – ou nenhum – efeito.

Embora em segundo lugar, o resultado é significativo para Carlos Grana por dois motivos:primeiro porque há uma campanha midiática contrária ao PT, com manchetes diárias que buscam criminalizar o partido e suas lideranças; segundo porque passamos por um período de crise econômica, com menos arrecadação e repasses de verbas para os municípios. Isto posto, e considerando a margem de erro de 4%, a pesquisa de intenção de voto é reflexo de que estamos no caminho certo.

Outro fator importante é a quantidade das pessoas que disseram não votar em “nenhum deles”: 21,2%, mais um reflexo da campanha de criminalização da política, que, junto daqueles que “não sabem”, serão votos em disputa.

Ou seja, com base na pesquisa haverá segundo turno entre Carlos Grana e Aidan Ravin. E nessa disputa, nada melhor do que comparar gestões. E aí Carlos Grana sai na frente.

Foram entrevistadas 610 pessoas entre os dias 16 e 17 de março. A contratada pela TV+ para realizar a pesquisa eleitoral SP01462/2016 foi a Reinno Comunicação.

Câmara dos Vereadores de Santo André realizará sessão solene pelos 94 anos do PCdoB na próxima quarta-feira (23/03)

Em meio a grave crise política na próxima quarta-feira (23/03) ás 19h será realizada na câmara dos Vereadores de Santo André sessão solene em comemoração aos 94 anos do Partido Comunista do Brasil.

A sessão solene foi apresentada através de requerimento da Vereadora Bete Siraque (PT) e será mais um momento político importante em defesa da democracia e contra qualquer tentativa de golpe em nosso País.

Na sessão solene o PCdoB de Santo André estará vendendo o livro “A Viagem Interrompida – A Aventura Comunista na Santo André dos anos 1940” do jornalista Eduardo Correia recentemente lançado na Casa da Palavra.

A sessão solene também contará com apresentação cultural da Escola de Samba Tradição de Ouro campeã do carnaval 2016 de Santo André que tem como Presidente o filiado do PCdoB Luizinho Brito.

É esperada também a presença da Deputada Estadual pelo PCdoB de São Paulo Leci Brandão.

Convite Sessão Solene PCdoB

PCdoB de Santo André marca presença em grande número em ato na Avenida Paulista

Os filiados e militantes do PCdoB de Santo André marcaram presença em grande número ao lado dos demais camaradas e companheiros de todo o estado no grande ato contra o golpe e em defesa da democracia na última sexta-feira (18/03) na Avenida Paulista, coração da Cidade de São Paulo.

Deputado Federal Orlando Silva ao lado dos militantes de Santo André

Deputado Federal Orlando Silva ao lado dos militantes de Santo André

Próximos atos

O próximo grande ato convocado pela Frente Brasil Popular contra o golpe e em defesa da democracia será no dia 31 de Março, a meta é levar ainda mais gente do que no último ato.

Frente Brasil Popular ABC

A Frente Brasil Popular ABC, grupo que reúne partidos políticos da esquerda, movimentos sociais, sindicatos estará se reunindo na próxima segunda-feira (21/03) ás 19h na sede do PT – Partido dos Trabalhadores de Santo André (Rua Antônio Cardoso Franco, 501 Bairro Casa Branca).

Sessão Solene pelos 94 anos do PCdoB

Quarta-feira (23/03) é a vez de lotar a câmara dos Vereadores de Santo André para realização da sessão solene em homenagem aos 94 anos do PCdoB ás 19h.

20160319173600

Prefeito de Santo André Carlos Grana recebe exemplar do livro A Viagem Interrompida

10338478_835551936557277_3982130298512226182_o

Os membros da executiva municipal do PCdoB de Santo André Luciana Silva e Fernando Pereira estiveram acompanhados dos militantes Émerson Cachorrão e Renan Arrais em visita ao Prefeito de Santo André Carlos Grana na manhã desta quarta-feira (16/03) onde além de conversar sobre diversos assuntos relativos a Cidade fizeram a entrega do livro A Viagem Interrompida – A aventura comunista na Santo André dos anos 1940 do Professor e Jornalista Eduardo Correia.

Brasileiros saem às ruas para defender pacto pelo país

FrenteBrasilPopularBH02

Reconduzir o país à normalidade constitucional e à retomada do crescimento econômico é a principal bandeira das forças progressistas brasileiras. PCdoB, parlamentares da legenda e movimentos sociais querem tomar as ruas nesta sexta-feira (18), em um grande ato com as cores do país.

A Frente Brasil Popular, integrada por partidos, movimentos sociais e entidades de classe, está mobilizando os cidadãos a lutarem pela defesa das instituições democráticas em diferentes cidades brasileiras nesta sexta-feira (18). Para Daniel Almeida (BA), líder do PCdoB na Câmara, “a grande tarefa é preservar a democracia e pactuar uma saída no ambiente da política, que coloque o interesse nacional em primeiro lugar. Temos de superar a intolerância às diferenças ideológicas,” diz.

Presidente nacional do PCdoB, a deputada Luciana Santos (PE) reforça a importância de se encontrar uma solução pactuada com diferentes setores da sociedade. “Enfrentamos talvez a fase mais crítica e aguda da crise política que o Brasil vem atravessando. Estamos próximos a um desfecho. Daí, a necessidade de se posicionar. A crise econômica é real, mas não é exclusividade do Brasil,” avalia.

Em nota, o PCdoB afirma serem “ilegais e abusivas” as operações da Polícia Federal, que age de maneira parcial, “como foi o caso da condução coercitiva do ex-presidente Lula”. A repercussão na imprensa tem revelado apoio de setores da comunicação a uma pregação golpista, de acordo com avaliação feita pela Comissão Política Nacional do partido.  E acrescenta que alguns veículos vêm repetindo “aos quatros ventos que “em semanas” irão depor a presidenta Dilma Rousseff”.

A complexidade da conjuntura política apresenta uma tarefa que já faz parte da história do PCdoB. Sair às ruas para lutar pela democracia, confrontar a radicalização de alas intolerantes presentes nos discursos da oposição e as seletivas ações da Justiça e da mídia na Operação Lava Jato.

Dirigentes do partido observam uma conflagração golpista na tentativa de impeachment sem provas contra a presidente Dilma.  “Uma solução fora da democracia”, destaca a nota. Para a Comissão Política do PCdoB, é preciso respeitar o calendário eleitoral, realizando a alternância na Presidência da República, se for o desejo da maioria da população, somente em 2018 como ordena a Constituição Federal.

Para Orlando Silva (PCdoB-SP), vice-líder do governo na Câmara dos Deputados, é evidente que estamos em uma crise política e econômica sem precedentes no Brasil. E para virar a página, segundo o deputado, “é preciso unir o país para estabilizar a política, garantir o mandato da presidenta Dilma e trabalhar para construir uma agenda para retomar o crescimento da economia”.

As organizações sociais estarão nas ruas “dia 18 contra o golpe em marcha”. Todos em defesa dos programas de combate à pobreza, pela inclusão social e criação de condições para o desenvolvimento e garantia da soberania nacional.

Concentração em Santo André para ir para o ato na Avenida Paulista

A concentração da Frente Brasil Popular em Santo André na próxima sexta-feira (18/03)  será ás 14h defronte a estação de trem Prefeito Celso Daniel Santo André.

Vice-Prefeita de Santo André recebe livro a Viagem Interrompida de membros do PCdoB

O Vice-Presidente do PCdoB de Santo André Renato Ramos e o filiado Émerson Cachorrão estiveram na manhã desta sexta-feira (11/03) visitando a Vice-Prefeito Oswana Fameli e lhe presenteando com um exemplar do livro A Vigem Interrompida – A aventura comunista na Santo André dos anos 1940.

Émerson Cachorrão, Oswana Fameli e Renato Ramos

Émerson Cachorrão, Oswana Fameli e Renato Ramos