NOTA: PCdoB de Santo André contra o aumento abusivo da tarifa no transporte coletivo

O Partido Comunista do Brasil em Santo André foi pego de surpresa, assim como toda população Andreense com a notícia da publicação do decreto de aumento da tarifa de ônibus neste dia 29 de Dezembro pelo Prefeito Carlos Grana (PT).
O reajuste será de 10,52%, acima da inflação registrada no ano. O decreto estabelece ainda novo valor para o vale-transporte pago pelas empresas, que passa dos atuais R$ 4,50 para R$ 5.
O atual Prefeito Carlos Grana (PT) havia se comprometido durante o período eleitoral em não aumentar a tarifa do transporte público municipal para 2017, infelizmente não foi isso que vimos com o decreto publicado nesta quinta-feira (29/12).
O PCdoB entende que no momento político e econômico que vivemos na região e no País, esse aumento apenas prejudica os trabalhadores, e as classes menos favorecidas, que se utilizam do transporte público diariamente, além de beneficiar a máfia do transporte público e aumentar ainda mais o lucro milionário de seus empresários.
Na campanha eleitoral o Prefeito eleito Paulo Serra (PSDB) garantiu que não haveria reajuste na tarifa de transporte, pedimos que caso o novo Prefeito que toma posse no próximo dia 01/01/2017 cumpra sua promessa de campanha revogando o aumento assinado pelo atual Prefeito Carlos Grana (PT).
Movimentos sociais, partidos políticos, população em geral começa a se movimentar afim de lutar contra esse aumento, o PCdoB é contra o aumento abusivo da tarifa do transporte e está ao lado dos trabalhadores e das classes menos favorecidas de nossa Cidade neste momento.É preciso unidade na luta para barrar esse aumento injusto contra o nosso povo.
Atenciosamente
COMITÊ MUNICIPAL PARTIDO COMUNISTA DO BRASIL
SANTO ANDRÉ/ SP.